sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Sorte de campeão?

O São Paulo suou para passar pelo Boca na Sul-americana. E esse esforço está cobrando os honorários agora. O time, cansado, não rende em campo desde a partida contra o Boca.

A diferença para o segundo colocado, naquela altura, era de 9 pontos. Depois de subir para 12, a diferença é hoje de 10 pontos.

O Cruzeiro acaba de dar mais uma grandiosa contribuição para o quinto título do Tricolor.

Após sair vencendo o Náutico, no Mineirão, por 2 x 0, o time celeste permitiu que Acosta fizesse 2 gols e empatasse a partida. O primeiro gol do uruguaio foi sensacional. Recebeu dentro da área, deu um corte seco no marcador, ajeitou e, com extrema sutileza tocou por cima de Fábio e do marcador cruzeirense que havia corrido para debaixo da trave afim de evitar o gol. Golaço.

A noite para o Timbu só não foi melhor porque, aos 42' do segundo tempo, Acosta fez falta e reclamou com o juiz. Foi premiado com o cartão amarelo. Como já tinha um, foi expulso.

Saiu de campo chorando. Estava voltando de suspensão. É seu 11º cartão amarelo no torneio e o 4º vermelho.

Quem não deve ter gostado nada disso foi o técnico Roberto Fernandes. No jogo contra o Juventude ele pediu para que todos seus jogadores pendurados com dois cartões forçassem o 3º amarelo, para que pudessem enfrentar o Corinthians, na próxima rodada, nos Aflitos. Jogou hoje no Mineirão sem 6 jogadores. E jogará o próximo jogo sem seu melhor jogador.

Em tempo: com os dois gols marcados hoje, Acosta chegou a 17. Está a um de Josiel, o artilheiro do campeonato.

Um comentário:

carlão disse...

O Cruzeiro está fazendo de tudo para ficar em segundo.

Ou terceiro, quarto, pelo andar da carruagem.

Thiago, adicionei o link do Craque de Blog no Blog do Carlão.

Dê uma olhada lá.

Abraços!