sábado, 27 de outubro de 2007

Mar de Lama cobre todos os esportes

Primeiro foi Edílson Pereira de Carvalho. O juiz recebia para "fazer" os resultados das partidas que apitava.

Depois Tim Donaghy, da NBA, deve ter pensado: - porque eu preciso de intermediário?

Ele mesmo apostava nos jogos nos quais apitava. E fazia os resultados.

Agora a onda da fabricação de resultados chegou ao tênis.

A vitória de Guga sobre o italiano Filippo Volandri está sendo investigada. Guga vinha de uma grande inatividade e de 4 derrotas seguidas. Era o 1076º do mundo. Volandri ocupava a 44ª posição. Guga venceu por 6-3 e 6-1. Volandri reclamou de dores no ombro. Guga diz que é importante ter as investigações.

- É importante haver uma boa investigação, não só no tênis, mas em todos os esportes, em que há uma lacuna muito grande para os mais interessados se aproveitarem. Este problema tem que ser resolvido rápido, para não correr o risco de manchar o nome do esporte -, afirmou o tenista brasileiro.

Outro jogador que está sendo investigado é o russo Nikolay Davydenko. Aliás, toda a investigação - 140 partidas estão sendo analisadas - começou por causa de uma partida de Davydenko. Em agosto ele perdeu para o argentino Martin Vassalo Arguello no Torneio de Sopot, na Polônia, em agosto deste ano. O russo desistiu da partida e uma casa de apostas divulgou que recebeu 10 vezes mais requisições a favor do vencedor.

Nesta sexta, o russo foi multado em 2 mil dólares "por não ter se esforçado o suficiente" na partida em que foi derrotado pelo croata Marin Cilic, por 2 sets a 1, em São Petersburgo.

No primeiro set o russo fez 6-1. A partir daí o que se viu foi uma coleção de erros não-forçados e duplas faltas cometidos por Davydenko. No segundo perdeu por 7-5. E perdeu por 6-1 no terceiro set.

Davydenko chegou a tomar uma bronca do juiz de cadeira, Jean-Philippe Dercq, que chamou sua atenção pela suposta falta de atitude do russo. Davydenko se justificou.

- Quando cometi uma dupla falta e perdi um game no terceiro set, o juiz me avisou sobre o meu mal comportamento dentro de quadra, como se eu estivesse entregando o jogo. Como pode o juiz saber o que eu estava tentando fazer? Eu fiquei tão chateado com tudo aquilo que comecei a chorar -, disse o número 4 do ranking mundial.

A ATP, Associação de Tenistas Profssionais - divulgou nota oficial sobre o ocorrido.

- Nikolay Davydenko foi multado em 2.000 dólares pela falta de esforço máximo em seu jogo da segunda rodada contra Marin Cilic - disse em comunicado.

Como se não bastassem todas essas suspeitas, o escocês Andy Murray se encarregou de dar mais um motivo para que as investigaçãoes continuem.

- Todo o mundo sabe que, no tênis, se combinam partidas -, disse o escocês que desmentiu as declarações pouco depois.

No Aberto da Austrália desse ano, especula-se que os jogadores estvam sendo aliciados com propostas de 50 mil dólares para entregarem seus jogos.

E há ainda o caso do quarterback do Atlanta Falcons, Michael Vick. O atleta está suspenso pela NFL e pode pegar 6 anos de prisão, além de pagar uma multa de 350 mil dólares, por causa da rinha de cachorros que ele mantinha em sua casa na Virgínia.

Os cachorros derrotados nas rinhas eram mortos de diferentes maneiras: afogados, eletrocutados, enforcados, ou simplesmente com tiros.

A casa de Vick: Rinha e assassinato de
cachorros podem levar o talentoso quarterback
para a cadeia.

Um comentário:

Anselmo disse...

É mesmo preocupante a influência do dinheiro nos resultados dos esportes. Pessoalmente, acho bom lembrar que há outra influência do dinheiro, que garante mais ou menos condições de preparação de equipes e atletas a depender do patrocínio. Claro que essa parte da influência é legal, mas a diferença nem sempre torna a disputa justa.