segunda-feira, 11 de dezembro de 2006

Palmeiras

A situação do Palmeiras não é nada boa. Para ilustrar um pouco essa situação, basta dizer que o Palmeiras já teve equipes altamente competitivas nos mais variados esportes. Lembram do Athayde Patreze? Ele foi campeão de motonáutica 8 vezes. Hoje nem o futebol tem uma equipe competitiva.

Por isso coloco aqui um texto de um palmeirense, Fernando Galuppo, que tembém é jornalista e historiador da Sociedade Esportiva Palmeiras, ou Palestra, falando sobre o Lendrinho e sobre o basquete no Palmeiras.


Palmeiras no All-Star Game da NBA
Por Fernando Galuppo


Leandrinho, astro do Phoenix Suns, revelado pelo basquete da Sociedade Esportiva Palmeiras é relacionado para participar do jogo das estrelas da NBA – principal liga de basquete do mundo.
Para esta possibilidade histórica se concretizar é simples. O torcedor palmeirense deve clicar no site www.nba.com/brasil/ na seção “Votação Jogo das Estrelas”.
Na cédula de votação, Leandrinho aparece com o nome de “L. Barbosa”, na posição de “Guarda”.
Vamos ajudar um palmeirense a representar o Brasil pela primeira vez no jogo mais importante da liga, pois jamais um brasileiro tomou parte na seleção dos melhores jogadores.

Leandrinho no Palmeiras

Leandro Barbosa, aos 17 anos de idade, iniciou a sua carreira na categoria adulta atuando nas fileiras do Palmeiras em 1999, sob o comando do técnico Aluísio “Lula” Ferreira, permanecendo até o final de 2000. No Campeonato Paulista da temporada 2000/2001, Leandrinho obteve média de 14,2 pontos por jogo, marca expressiva para um atleta que recém completava o seu primeiro ano de juvenil. No ano seguinte transferiu-se para a cidade paulista de Bauru onde atuou pela equipe local.

Basquete no Palmeiras

O departamento de "bola ao cesto" do Palestra Itália – Palmeiras foi fundado em 1923, comandado por Oscar Paolillo, o qual foi um dos grandes pioneiros e mentores no desenvolvimento deste esporte em todo o país no início dos anos 20, bem como o primeiro ídolo do Basquete palestrino-palmeirense.

No dia 24 de abril de 1924, o Palestra Itália junto com Paulistano, Espéria, ACM e Associação Atlética São Paulo fundam a Federação Paulista de Basquete
Em 1934 a equipe de basquete do Palestra Itália representou o Brasil no campeonato sul-americano de seleções disputado em Buenos Aires, na Argentina, onde obteve o terceiro lugar na competição. Em 1935 o Verdão tornou a representar a seleção brasileira no sul-americano de seleções disputado no Rio de Janeiro. O Palestra - Palmeiras é o único clube no país a conseguir tal feito.

Na década de 30, criou-se a expressão “É com o pé, é com a mão, o Palestra é Campeão!!!”, em alusão aos feitos gloriosos das equipes de futebol e basquete que reinaram absolutas nas competições esportivas das quais tomavam parte.

Uma das maiores revelações da história do basquete da S.E. Palmeiras e do esporte nacional, trata-se Oscar Daniel Bezerra Schmidt. O “mão santa” Oscar, reconhecido pelo “Hall of Fame” do basquete internacional nos Estados Unidos como o melhor jogador sul-americano e por todos os brasileiros como um dos principais ídolos da modalidade, ingressou na categoria infantil do clube em 1974 quando tinha apenas 16 anos. Entre tantos feitos, sagrou-se Campeão Brasileiro em 1977 pelo clube.

Leandro Barbosa, o Leandrinho, que hoje faz sucesso na NBA, principal liga de basquete no mundo, iniciou a sua carreira atuando nas fileiras do Palmeiras em 1999.

Claudio Mortari também foi outro ilustre que iniciou sua carreira como jogador no Palmeiras em 1961. Em 1969 tornou-se técnico das categorias Mini e Mirim do Verdão. Mortari é um dos maiores técnicos da história do esporte, bem como da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Carioquinha, Mosquito, Rosa Branca, Vitor, Ubiratan, Peninha, Renzo, Edson Bispo, Paulinho Vilas Boas, Zé Geraldo, Edvar Simões, Walter de Souza, Jathyr, Menon, Guido, Haddad, Paulinho, Chuí, Cadum, Marcel, Álvaro são outros de tantos grandes nomes do esporte, que defenderam a equipe da Sociedade Esportiva Palmeiras ao longo dos tempos.

O atual técnico da seleção brasileira Aloiso “Lula” Ferreira trabalhou durante anos como treinador do Palmeiras revelando inúmeros talentos para o esporte.

Moacir Biondi Daiuto, João Francisco Braz, Mario Amancio, Wlamir Marques, são outros grandes treinadores que trabalharam no Palmeiras.

No ranking das melhores equipes divulgado no ano de 2002 da Federação Paulista e da Confederação Brasileira, o Palmeiras está entre os dez primeiros colocados de todos os tempos.

Conquistas do Basquete Masculino da S.E. Palmeiras - Categoria Adulta:

Campeonato Brasileiro de Basquete Masculino
1977

Campeão do Torneio Rio São Paulo
1958, 1959, 1962

Campeonato Paulista de Basquete Masculino
1928, 1929, 1931, 1932, 1933, 1934, 1935, 1958, 1972, 1974, 1975, 1976

Campeonato Estadual de Basquete Masculino
1932, 1933, 1934, 1958, 1961, 1963, 1972, 1974

Torneio de Preparação Luciano Marrano
1958, 1960, 1963, 1964, 1968

Torneio Jubileu de Prata de Londrina
1959

Torneio Eficiência Delfino Facchina
1960

Torneio Internacional Argentina-Uruguai
1966

Torneio Afonso Paulino
1967

Torneio de Preparação Alfonso Reinaldo Gallucci
1976, 1977

Torneio de Aniversário da FPB
1976

3 comentários:

Luiz Fernando Bindi disse...

Quem te falou essa do Patreze?

ehehehehhe

Fernando Galuppo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Thiago Braga disse...

Oi Bindi,

Quem me falou do Patreze foi você né......hahahahahah

(Quem quiser entrar em contato com o maior colecionador de escudos do mundo, é só clicar no Distinvos, que está nos favoritos deste blog.)

Abraços e obrigado pela visita