quarta-feira, 19 de março de 2008

A vitória do Cruzeiro

Não, o blog não está louco.

Mas o empate do Cruzeiro ontem, na Venezuela, contra o Caracas, é como uma vitória.

O time está com 9 jogadores no departamento médico. Foi para o jogo só com 15 jogadores. Sendo que Thiago Heleno, que estava no banco, não tinha condições de jogo, só fez número.

Por isso Adílson Batista terminou o jogo com os mesmos 11 jogadores.

O Caracas saiu na frente, com gol de Valencia, aos 29 do primeiro tempo, em jogada de bola parada, na qual a defesa cruzeirense (leia-se Thiago Martinelli) falhou.

O Caracas pressionava e o Cruzeiro, acuado, se defendia.

Na volta do segundo tempo, uma outra postura. A consequência desta nova postura foram as chances que o time passou a criar. Em bola cruzada na área venezuelana, o lateral Lucena deu um soco na bola. Pênalti convertido por Marcelo Moreno.

Após o gol o Caracas resolveu partir para cima, fazer o resultado. O técnico Noel Sanvicente fez as três substituições, dando um novo gás e colocando pressão no Cruzeiro.

Um momento crítico para o Cruzeiro foi após os 30 minutos, quando o time venezuelano teve uma sequência de 4 escanteios a seu favor, todos perigosos.

Pouco depois, Wágner passou mal uma bola para Marcelo Moreno, em um contra-ataque que dava pinta de que resolveria o jogo.

Quando o Caracas partiu de novo para a pressão, Vizcarrondo foi expulso por jogo violento em Ramires. Como já havia feito as três substituições - uma delas tirando um volante, Jiménez, para a entrada do meia Casanova, o Caracas não se arriscou e preferiu ficar com o empate do que perder em casa.

Por todos os fatores extra-campo que cercaram o jogo, e pelo nível do Caracas, foi um bom resultado para o Cruzeiro.

3 comentários:

Garcia disse...

Ao saber da notícia eu torci para que o Cruzeiro fizesse duas substituições e fosse obrigado a fazer a terceira, risos... da-lhe goleiro na linha. Acho que não se vê isso desde a fase Jorge Campos no´México, certo?

Flávia Marques disse...

Thiago, li sua matéria sobre o Cruzeiro na mira da PF, que saiu na Placar. Meu professor de jornalismo online (Carlos D' Andrea) me mandou e postei com adaptações no meu blog.
Qualquer problema é só me comunicar.
Adorei seu Blog!! Abraços! Sucesso ai!

Flávia Marques disse...

Na verdade meu professor de jornalismo online 1 (Carlos D' Andrea) me mandou a reportagem scaneada por email. Eu já tinha conhecimento sobre a investigação, mas até então não tinha lido nada muito completo sobre. E junto veio o link do seu blog. Resolvi dar uma olhada...
Quando vi sua matéria postei na hora. Ela está muito bem escrita e apurada me parece. Até mesmo porque muitos jornalistas e torcedores (fanáticos principalmente) se esquecem dessa época em que o Cruzeiro foi investigado. Abafaram o caso. Se não me engano um jornalista foi demitido por publicar uma matéria mais opinativa. Não me lembro bem o que aconteceu.
Sou louca pelo meu time...heheh! Mas sou realista. O Cruzeiro precisa ser investigado. Chega dessa 'Era Perrella' tbm né?! Hehehe...
Agora vou ficar de olho no seu trabalho. Sempre que tiver coisa bacana vou publicar. E fique a vontade pra me mandar material. Preciso promover esse blog. Meu semestre depende dele. Risos.
Abraços!!!