terça-feira, 21 de novembro de 2006

Terça-feira na Liga

A quinta rodada da Liga dos Campeões começou com uma ótima vitória sobre o CSKA em Moscou. O CSKA, que até então não tinha tomado gol, foi muito mal na parte defensiva. Quaresma e Lucho González marcaram os gols portistas. Dudu Cearense saiu machucado ainda no primeiro tempo. Vágner Love mais uma vez decepcionou e Daniel Carvalho também não rendeu o que dele se espera.

Dos brasileiros do Porto, Hélton só defendeu uma bola. Pepe e Paulo Assunção estiveram bem, tanto que o CSKA não chegou ao gol. Jorginho, Alan e Bruno Moraes entraram no segundo tempo e não comprometeram em nada.

O melhor do jogo foi o argentino Lucho González, que roubou a bola e iniciu espetacularmente o contra-ataque do primeiro gol e marcou o 2º em um belo sem pulo.

------------------

O jogo mais esperado foi Real Madrid e Lyon. O Lyon jogou um partidaço. Carew, o grandalhão norueguês, foi absolutamente fantástico, não deu chances para o sistema defensivo Merengue. Ganhou todas as bolas disputadas.

O primeiro gol saiu de um passe errado do Robinho. Abidal iniciou um contra-ataque e tocou para Malouda. Este tocou para Carew. O norueguês passou por Cannavaro e tocou no cantinho de Casillas.

O Lyon dava um baile no Real, em Madrid! Como jogava com um só atacante, Carew, o Lyon explorava as laterais brilhantemente. E os zagueiros do Real estavam perdidos, porque os meias do Lyon, partiam com a bola dominada do meio-campo. Os zagueiros não sabiam se saím para marcar no meio-campo, ou esperavam para dar combate, quando eles já chegavam com a bola dominada.

Antes do segundo gol, o Lyon já havia perdido mais duas oportunidades de ampliar, com Tiago e Carew. Mas o gol não demorou. Juninho cobrou falta e Malouda se antecipou a Helguera, Sérgio Ramos e Casillas. O 2 x 0 estava justo.

7 minutos mais tarde, Diarra, após cobrança de escanteio, diminuiu.

No segundo tempo, o Real deu a impressão de que a história seria diferente. Só foi impressão. O Lyon continuava a mandar no jogo. E Carew a continuava fazendo um salseiro na defesa Merengue.

Aos 38, em um lace de sorte, de novo pelo alto e com falha da defesa francesa, Van Nistelrooy empatou o jogo, injustamente.

3 minutos mais tarde, o árbitro Terje Hauge viu um pênalti de Cris em Nistelrooy. Como no jogo contra o Steua, o próprio bateu. E perdeu. De novo!

O empate foi injusto para o Lyon, mas é uma coisa para preocupar os franceses. Nas últimas três edições, o time foi eliminado por não conseguir segurar resultados fora de casa.

----------------

O Milan não se emenda mesmo. Está bem, conseguiu a classificação para a próxima fase, mas perdeu para o AEK. Dida falhou no gol, mas fez uma belissíma defesa no segundo tempo. O único que vêm se salvando no Milan, 15º no Italiano, é o Kaká. Mas é como diz aquele ditado: "Uma andorinha só não faz verão".

----------------

No jogo entre Celtic e Manchester, só consegui ver os 10 minutos finais. Que golaço fez o Nakamura de falta. Aprendeu direitinho com o Zico.

Depois, a torcida do Manchester deve ter ficado uma arara com o centroavante Louis Saha. Primeiro ele perdeu um gol feito, após lindo passe de Rooney, por achar que estava em impedimento. O juiz e o bandeirinha não deram. Depois ele perdeu um pênalti. Noite infeliz.

-------------

Todos os resultados da terça-feira:


CSKA 0 x 2 Porto

Real Madrid 2 x 2 Lyon

AEK 1 x 0 Milan

Lille 2 x 2 Anderlecht

Steaua Bucarest 1 x 1 Dinamo de Kiev

Arsenal 3 x 1 Hamburgo

Celtic 1 x 0 Manchester United

Benfica 3 x 1 Copenhagen

Um comentário:

Daniel Perrone disse...

Thiago,

Aqui é Daniel Perrone da SPNet.

Vc gostaria de participar como colaborador do site SPNet? Conhece? Aliás, vc é sãopaulino? rs

Um abraço

Daniel Perrone
danielperrone_spnet@hotmail.com