sábado, 29 de agosto de 2009

O jogo mais esperado do Campeonato

São Paulo e Palmeiras nunca se deram bem. Isso é fato desde a briga em 1942, na qual os palestrinos acusam o tricolores de tentarem tomar o Parque Antártica deles. Para os palmeirenses mais velhos, o Corinthians é rival, e o São Paulo é inimigo. Para aumentar ainda mais a tensão, o Palmeiras não vence o São Paulo no Morumbi desde 2002 - 4 x 2, com o golaço do Alex - os dois estão brigando pleo título do Brasileirão e tem o fator Muricy Ramalho que, após passar 3 anos e meio no São Paulo, trocou de lado e agora comanda o alviverde.

Um empate no Morumbi não é ruim para o Palmeiras, de forma alguma. Com a provável ausência de Cleiton Xavier, Muricy acena com a possibilidade de escalar 3 volantes - Pierre, Edmílson e Souza. Se fizer isso, é para travar o São Paulo no meio, liberando Wendell e Armero para "baterem de frente" com Júnior César e Jean.

No São Paulo, a grande vantagem é a alta rotatividade dos jogadores do meio, principalmente Hernanes, Richarlyson e Jorge Wagner. Essa constante troca, aliada à movimentação de Dagoberto, pode "quebrar" a marcação do Palmeiras.

Até hoje as duas equipes disputaram 292 jogos, com 101 vitórias tricolores, 95 empates e 96 vitórias palestrinas.

No Morumbi, palco do jogo de amanhã, o Palmeiras venceu 25 jogos, de um total de 108 partidas disputadas.

O primeiro jogo de Muricy, contra o Palmeiras, na sua primeira passagem como técnico do São Paulo - após a queda de carlos Alberto Parreira -, foi no dia 29 de março de 1997, pelo Campeonato Paulista. Quem apitou o jogo foi o juiz francês Claude Colombo e o São Paulo perdeu, 1 x 0, gol de Viola.


Um comentário:

gabriel disse...

E aí, rapaz!

Não foi o jogo do título, como era esperado, mas valeu a pena assistir.

Visita e comenta no meu blog cara, tem tudo sobre as quatro divisões brazucas e outros campeonatos:

http://esporteeevida.blogspot.com

Abraço!