quarta-feira, 11 de abril de 2007

Overwhelming!!!

Essa é a melhor definição para o Manchester United hoje. E para o Cristiano Ronaldo também:
Avassalador!

O que aconteceu em Old Trafford ontem foi uma aula de como se jogar futebol nos tempos atuais. No futebol cada dia mais competitivo, o Manchester se destaca por jogar com 3 atacantes (às vezes 4!). Com um contra-ataque que beira à perfeição, de tão bem executado que é, os Diabos se afirmam hoje como os favoritos a conquista da Liga dos Campeões. Reparem no segundo gol, sete toques na bola, saindo da defesa para o ataque, todos de primeira, em 8 segundos. Fantástico.

E, quem diria, Taddei fez falta à Roma. Com ele em campo, a Roma marcaria mais. Não daria tanto espaço para os contra-ataques. Agora a contradição do jogo: posse de bola - Manchester 45%, Roma 55%. Não adianta ter a bola se você não souber o que fazer com ela.

Aqui o vídeo da goleada inglesa, em italiano:



No outro jogo, José Mourinho mostrou porque é considerado o melhor treinador da atualidade.
Quando tudo parecia perdido, após tomar o gol de Morientes, o Chelsea encurralou o Valencia, no seu estádio. E, a impressão que o time passou foi: "Ok, estamos jogando no seu estádio, mas o jogo só acaba quando tivermos a classificação".

E, o Cañizares foi eleito o melhor em campo ainda, com nota 9. Mas, como no futebol, justiça não é o mote principal, ele falhou no gol de Essien, que deu a classificação ao Chelsea.

Mourinho quer porque quer recuperar um título que ele acha que lhe roubaram, o da Liga dos Campeões de 2005, quando o Liverpool eliminou o Chelsea nas semifinais. Quando perguntado sobre esse jogo, Mourinho responde: " o jogo do não gol". Para ele aquele jogo não aconteceu, ele apagou da memória.

Aqui os melhores momementos do jogo:

2 comentários:

Arthur Virgílio disse...

Foi um massacre dos diabos vermelhos, em mais um show do Cristiano Ronaldo.

Que fase do português, se continuar assim leva o prêmio da FIFA fácil.

cmonteiro disse...

O prémio da Fifa nem sempre tem a ver com o melhor jogador, senão o Figo o teria levado antes, em vez de terem repetido com o Zidane :)

Envio os parabéns deste lado do oceano a este blog! Muito bom!